Um panorama econômico: fique atento ao que mudou nesta semana

 

por Yasmin Vierheller Benedetti

Esta foi uma semana de mudanças no cenário econômico brasileiro. Fique atento às informações que o Em Pauta separou.

Dólar: Há quatro dias o dólar tem fechado em alta consecutiva. A moeda começou a semana em baixa, mas ao longo dos últimos dias teve um aumento significante de 3,80 para 3,95. Uma das explicações é a situação instável na política econômica brasileira, o que reduz o número de investimentos no país. Hoje (21) foi entregue um novo pedido de impeachment a Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados. Além do pedido realizado pela oposição, outro fator relevante é o déficit brasileiro na casa dos 80 bilhões.

Quem acompanha economia viu mudanças durante a semana (imagem: ilustração)

Quem acompanha a economia viu mudanças durante a semana (imagem: ilustração)

 

Fitch: Na última quinta-feira (15), a Fitch reduziu a nota do Brasil de BBB para BBB- e nesta quarta-feira (21) foi a vez de cortar o rating dos bancos brasileiros. O rating é um método utilizado pelas agências de classificação para designar a qualidade de crédito ou uma operação – neste caso dos bancos. Devido à instabilidade econômica do país, menor é o número de investimentos, resultando em menos empregos – respectivamente mais desempregados -, mais dívidas, menos operações. Isso leva ao aumento da inflação e apenas auxilia na baixa do real. Dentre as empresas cortadas estão: o Banco do Brasil, Itaú, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Caixa Econômica Federal e mais.**

Copom: O Comitê de Política Monetário do Banco Central (Copom) é responsável por estabelecer a taxa básica de juros (Selic) e o rumo da política monetária brasileira. Nesta quarta-feira (21) o Banco Central anunciou que a taxa de juros ficará em 14,25%, uma das mais altas dos últimos anos. O aumento é uma tentativa de controlar a inflação.***

 

** fonte: http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/4359777/apos-rebaixar-brasil-fitch-corta-rating-dos-principais-bancos-pais

*** fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/10/copom-mantem-juro-em-1425-ao-ano-maior-patamar-em-nove-anos.html

_________________________________________________________________________

 Mais informações

Confira a cotação do dólar nesta semana: http://www.infomoney.com.br/mercados/cambio

InfoMoney (Copom): http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/4358876/copom-mantem-selic-mas-deixa-duvida-sobre-cumprimento-meta-inflacao